Salvador experimentou, neste sábado (06/11), mais uma madrugada de fortes chuvas, relâmpagos e trovoadas resultantes da intensifcação do sistema conhecido entre os meteorologisca como Zona de Convergência do Atlântico Sul/ZCAS (banda de nebulosidade persistente que produz grandes volumes de chuva).

O resultado foram grandes acumulados de chuvas registrados em pequenos intervalos de tempo. Segundo o Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil de Salvador (Cemadec) entre 2h as 2h30 da madrugada foram registrados pela estação pluviométrica de Pituaçu, local onde choveu 81mm, picos de 34,8mm, em 10min, 46,2mm, em 15min, 66,8mm, em 30min e 71,6mm, em 1h.

Para se ter uma idéia, uma pluviosidade de 1 milímetro equivale ao volume de 1 litro de água de chuva que se acumulou sobre uma superfície de área igual a 1 metro quadrado. Portanto, 1 litro por metro quadrado equivale a 1 milímetro.

"A Defesa Civil mantém a equipe em alerta, com seus técnicos de prontidão para atender possíveis demandas da população pelo sistema 199, realizando vistorias em campo, assim como monitorando todas as mudanças climáticas através do nosso Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil e emitindo alertas pelo SMS e redes sociais", acentuou o diretor geral da Codesal, Sosthenes Macêdo.

CUIDADO COM RAIOS

Para evitar acidentes com raios, se possível, não saia para a rua ou não permaneça na rua durante a tempestade, a não ser que seja absolutamente necessário.

 

A Codesal, que integra a categoria de serviços essenciais do município, permanece de plantão 24 horas atendendo às solicitações pelo telefone gratuito 199.

As ocorrências podem ser acompanhadas em tempo real no link http://www.codesal.salvador.ba.gov.br/index.php/boletins

*ASCOM-CODESAL*
06/11/2021

Disque 199
Em Caso de Emergência.
Redes
Fale Conosco

Mais informações ou solicitações de dados

Clique Aqui