0
0
0
s2sdefault

Em maio, a Defesa Civil de Salvador (Codesal), recebeu 1.065 solicitações para inspeções através da central 199. No mesmo período o órgão realizou 1.368 vistorias, foram realizados ainda 553 atendimentos sociais e entregues 34.664m² de lonas que beneficiou pelo menos 279 famílias que moram em áreas de risco na capital baiana.

Os maiores chamados foram relacionados a ameaças e desabamento de imóvel com 322 solicitações, seguido de ameaça de deslizamento de terra com 279 e ameaça de queda de árvore com um total de 86 pedidos de vistoria foram os maiores. Segundo o diretor-geral da Codesal, Gustavo Ferraz, as inspeções de ameaças são muito importantes e significam que os cidadãos estão mais atentos.

Ainda em maio, o local que mais choveu foi na região do Centro, com o registro de 392,8mm, o local com menor índice pluviométrico foi na área de Monte Serrat totalizando 123,5mm. A média climatológica para o mês é de 359,9mm.

“Percebemos que a população está bem mais cautelosa, entra em contato conosco para avaliação antes do fator ter ocorrido efetivamente, com isso conseguimos evitar os incidentes, pois nossos técnicos podem avaliar antes do fato efetivamente ter ocorrido e orientam os moradores. Mas é imprescindível que os responsáveis pelas áreas, sejam imóveis ou terrenos, sigam todas as orientações que lhes foi passada. Não podemos trabalhar sozinhos, precisamos a colaboração de todos os cidadãos”, destaca Ferraz.

O número de vistorias maior que o número de solicitações se dá pelo fato das demandas surgirem no local da análise, quando um vizinho solicita a inspeção mesmo sem a ligação para central 199 por exemplo, como já está na área o engenheiro realiza a vistoria. O objetivo é atender todas as demandas com mais rapidez e profissionalismo sempre.

Demais órgãos – No mesmo período a Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), realizou a demolição parcial de 18 imóveis, outras 18 edificações foram demolidas totalmente. Fazenda Grande do Retiro, IAPI, Campinas Pirajá, Alto Terezinha, São Marcos, Novo Marotinho, Boca do Rio, Santo Antônio Além do Carmo, Fazenda Grande do Retiro, Liberdade, Mata Escura, Sete de Abril e Canabrava foram alguns bairros beneficiados.

A Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) realizou um total de 189 ações relacionadas a Operação Chuva 2017 e recolheu 708,20 toneladas de resíduos sólidos. Algumas das ações feitas pelo órgão foram roçagem, capinação, remição de inservíveis, limpeza de bocas de lobo, limpeza de grelhas e varrição, as iniciativas tem como finalidade evitar os acidentes e deixar a cidade mais bem preparada para a chuva.

Durante o mesmo período, a (Desal) realizou a limpeza da caixa de drenagem em diversos pontos da cidade e retirou 39,60 m³ de expurgos. As Avenidas San Martin, Garibaldi, ACM e Barros Reis, além dos bairros Rio Vermelho, Largo de Roma, Jardim Apipema e Castelo Branco foram algumas regiões contempladas. O órgão realizou ainda a retirada de trecho de guarda corpo danificado e substituição de grelhas pré moldadas.

0
0
0
s2sdefault